Últimas Notícias
Home / ATIVACÃO NO PDV / Criatividade também é cultural

Criatividade também é cultural

Os diagnósticos que realizo, de oportunidades na área de Trade Marketing, me fazem visitar todo o Brasil e conhecer o trabalho de diversas marcas em todos os segmentos de venda (beleza, alimentar, material de construção, distribuição, atacado etc). Costumo sempre achar curiosas e criativas formas de exposição em PDV e depois de alguns anos venho constantemente elogiando a criatividade nordestina de execução no PDV. O Nordeste tem surpreendido o mercado, mesmo antes do boom de consumo que acontece nesse momento na região.

Há mais ou menos 8 anos, fui fazer uma imersão para uma indústria do segmento de eletrodomésticos e visitei campo na Bahia, Pernambuco etc. Foi quando eu comecei a perceber que o nordestino, mais que em qualquer outra região, usava a caixa dos eletrodomésticos, dispondo-as de forma geométrica, umas sobre as outras. Criava assim um excelente ponto focal para o PDV e para as marcas, destacando naturalmente, sobretudo na falta de material de PDV, uma ação promocional. O mais interessante é que nesta época nem todas as marcas de eletrodoméstico tinham compreendido o enorme potencial que era comunicar seus diferenciais e seus benefícios na própria caixa de seu produto.

Como todos sabem, esse é um dos segmentos que é mais difícil trabalhar comunicação com o consumidor no PDV (um dia, alguma possiblidade ainda vai me permitir falar para esse segmento de varejo o quanto ele perde dinheiro pela falta de uma comunicação mais adequada para produtos e marcas no PDV – aguardo alguma oportunidade de convite para palestras, para que possa mostrar para este segmento o quanto ele pode alavancar se trabalhar a inteligência comunicativa, que vai desde os diferenciais na etiquetagem no PDV, até pequenos ganchos interessantes de comunicação dentro das categorias).

Pois bem, voltando à criatividade, o nordestino sempre teve essa capacidade de ver oportunidade onde, a princípio, ninguém vê. Certamente, tudo isso pode estar ligado às dificuldades que esse povo viveu durante anos. Em todo caso, eles continuam me surpreendendo dia após dia. Outro dia estive em Recife e sentei num restaurante típico, desses fantásticos da orla da Boa Viagem, que tem um super ar-condicionado e um lounge com TV no banheiro, que se você estiver um pouco entediado em sua mesa, pode resolver se instalar no banheiro e viver um momento agradabilíssimo, confortável, vendo um DVD sentado em um sofá. Na mesa, na hora de tomar o café, vem um adoçante dentro de um porta-adoçante feito de papelão, com uma comunicação de uma loja de tapetes. Sinceramente, todos da mesa adoraram e, mais uma vez, tiramos nossos chapéus para o povo nordestino.

Estamos começando a desenvolver um projeto profundo de estudo antropológico e espero daqui a algum tempo poder explicar para vocês a razão desta criatividade toda, assim como a necessidade que eles têm de embalagens pequenas – que eu falarei em uma outra matéria.

Matéria postada originalmente no blog “Shopper View”, do site “Mundo do Marketing”, no dia 04/03/2011

Deixe um comentário

x

Check Also

A experiência do percurso da compra do shopper

As estratégias de Shopper Marketing tornaram-se primordiais para as empresas, ...

Como mapear o fluxo da sua loja e otimizar as vendas!

Aprenda como mapear o fluxo em seu ponto de venda, com figuras e uma planilha para aplicação do conhecimento na prática.

Perfumarias e cosmética natural crescem no país

Hoje falarei um pouco sobre o setor de higiene pessoal, ...