Últimas Notícias
Home / BLOG / Merchandising estratégico na moda.

Merchandising estratégico na moda.

Merchandising estratégico na moda.

Temos comentado por diversas vezes, a importância do desenvolvimento estratégico, na composição de merchandising no segmento da moda. Não é a toa, que eu e a Ana Lavaquial, que tem dividido comigo as aulas de Merchandising estratégico e visual, na pós em moda da ESPM; temos buscado passar aos alunos a importância de um plano de elaboração que conduza as pessoas pelo ponto de venda, gerando circulação, criando, elaborando , estabelecendo pontos focais, que permitam evidenciar o que desejamos dar destaque; e que utilize todo um planejamento estratégico para encantar e gerar experiência no PDV.

Quando montamos uma loja, a iluminação, o visual, o ambiente são muito importantes, mas também é fundamental que o conceito, a estória, o DNA, e o espirito das coleções, estejam refletidos através desse Merchandising.

Visito muitos PDVs no Brasil e, sinceramente, me encanto com o visual e o ambiente de muitos. Acho que são bonitos, agradáveis, impactantes, mas muitas vezes, gostaria de ver uma elaboração baseada no mix de categoria, na composição da compra e na arte da impulsão propriamente dita. Acredito que ainda podemos melhorar muito.

Uma loja que muito me impressionou, é a Hope da Oscar Freire. Primeiramente, porque eles desenvolveram uma coleção, baseada num conceito e o mostraram de forma muito clara na vitrine. O conceito é o Hope Layer. Ou seja, uma linha que modela , reduz e transforma. Eles já começam a trabalhar com essa linha de lingerie na vitrine, aproveitando a oportunidade de vetor de comunicação, que é a função desse ponto.20130815_155228

 

Criaram um display, que quando você entra na loja, este continua comunicando o conceito. O que me interessou neste ponto de venda é que, em todo lugar existe um ponto central, uma instalação central de destaque, reforçando o lançamento da linha, através dos desfiles transmitidos por um telão digital, lhe conduzindo de forma encantadora ao interior da loja. E tudo isso vende esse conceito. Confesso que da entrada, achei que o PDV terminava aonde estava, imaginando que já seriam os provadores, entretanto, quando fui entrando no PDV e me encantando com tudo que estava sendo proposto, me deparei com um túnel (essa foi a sensação q eu tive) de espírito fashion , sedutor e que me vendia uma coleção muito mais ousada e erótica. Afinal de contas, todas as mulheres desejam uma lingerie, confortável, para o dia a dia, que reduza e que transforme. Neste ambiente, percebo que havia uma coleção da Gisele Bündchen.20130815_152102

 

 

Ainda mais surpreendida fiquei, quando vi que atrás desse corredor de fantasia e inspiração, ainda havia um outro ambiente; que ficava antes dos provedores, muito mais romântico e voltado para uma linha de dormir. Quando cheguei ao provador, certamente, já havia me encantado por muito mais calcinhas e sutiãs que eu pretendia comprar, me encontrando numa área que parecia um quarto de dormir, cheio de cortinas, tapetes altos, cadeiras, criando assim um ambiente suave e agradável para que você tenha tempo e tranquilidade para vivenciar o prazer da compra.20130815_152005

Essa experiência, já foi há alguns meses atrás. Provavelmente, a loja já está de outra forma, mas a correria é tanta que ainda não tive tempo de falar do quanto essa loja me encantou. Como o final de semana está chegando e estamos todas nos preparando para a entrada do Verão, resolvi lembrar que a lingerie faz muita diferença nessa hora. Rsrsrs Parabéns a Hope!

Um beijo pra vocês e até breve.

x

Check Also

Perfumarias e cosmética natural crescem no país

Hoje falarei um pouco sobre o setor de higiene pessoal, ...

Soho – A transformação do invisível é a chave do sucesso!

Na terça-feira passada (09/12) dei uma palestra sobre “A transformação ...

Na era do Shopper Marketing, Darty continua se reinventando

A rede francesa de lojas de eletroeletrônicos Darty sempre trabalhou ...